Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
AVIAÇÃO REGIONAL

Secretaria de Aviação Civil autoriza licitação para compra de equipamento para o Aeroporto de Bonito (MS)

  • Publicado: Segunda, 15 de Abril de 2019, 18h36
  • Última atualização em Terça, 07 de Maio de 2019, 16h35

A compra do Papi, sistema de auxílio visual à navegação aérea, será feita pelo Governo do Estado. Secretaria já autorizou obra na pista do aeroporto

A Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC) do Ministério da Infraestrutura autorizou o Governo de Mato Grosso do Sul a realizar o processo licitatório para contratação dos serviços de aquisição e implantação do Indicador de Percurso de Aproximação de Precisão (Papi) para o Aeroporto de Bonito. O valor autorizado para licitação é de R$ 1 milhão.

O Papi é um sistema de auxílio visual à navegação aérea, que tem por objetivo informar os pilotos sobre a altitude ideal da aeronave na fase de aproximação para pouso. O equipamento é constituído por quatro aparelhos de iluminação, que são instalados na cabeceira da pista de pouso e decolagem. Além disso, o Papi reforça o nível de segurança às operações. Em cada uma das quatro caixas, há um sistema óptico de luzes que alternam entre o branco e o vermelho. De acordo com o ângulo de aproximação do avião, as luzes podem variar.

Segundo o secretário Nacional de Aviação Civil, Ronei Glanzmann, esse é mais um investimento autorizado pelo ministério ao aeroporto, que vai dar mais segurança à operação e aos passageiros. “Para Bonito, já autorizamos as obras na pista e agora a compra do Papi. Em seguida, vamos ampliar a Seção Contraincêndio e concluir a entrega desse aeroporto regional à população. Isso vai potencializar a economia e o turismo na região”, disse.

INVESTIMENTOS – Em novembro de 2018, a SAC autorizou a Ordem de Serviço para a execução de obras e serviços de recapeamento da pista de pouso e decolagem, da pista de taxiamento e do pátio de aeronaves, totalizando R$ 4,04 milhões. O Convênio também prevê a reforma e ampliação da Seção Contraincêndio.

Ao todo, serão investidos R$ 5,54 milhões para melhoria da infraestrutura do aeroporto, sendo 70% dos recursos provenientes da União e 30% do Estado. O processo faz parte do Convênio firmado entre o ministério e o Estado, em 2016. O projeto para reforma e ampliação da Seção Contraincêndio do aeroporto se encontra em fase de ajustes pelo Governo de Mato Grosso do Sul. Sendo assim, a autorização para licitação será emitida futuramente pela SAC, tão logo o projeto seja aceito.

Assessoria Especial de Comunicação

Ministério da Infraestrutura

registrado em:
Assunto(s): SAC , PAPI , Aviação Regional

Notícias Relacionadas


Fim do conteúdo da página