Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
AVIAÇÃO CIVIL

Infraero transfere gestão do Aeroporto de Campina Grande

  • Publicado: Terça, 14 de Janeiro de 2020, 11h27
  • Última atualização em Quarta, 15 de Janeiro de 2020, 15h48

Empresa espanhola Aena arrematou seis terminais do bloco Nordeste durante a 5ª rodada de concessões, realizada no ano passado

A partir desta quinta-feira (16/1), a Infraero encerra a gestão das operações no Aeroporto Presidente João Suassuna, em Campina Grande/PB. O terminal passará a ser administrado pela Aena Desarrollo Internacional, que arrematou os aeroportos do Bloco Nordeste durante a 5ª rodada de concessões, incluindo o terminal paraibano, em março de 2019.

Inaugurado em 1963, o Aeroporto de Campina Grande passou a fazer parte da rede Infraero em 1980. Em 2019, mais de 135 mil viajantes utilizaram o terminal - uma média de 11,2 mil por mês. A Infraero já finalizou as transições dos aeroportos dos blocos Sudeste e Centro-Oeste, e segue a fase de Operação Assistida nos aeroportos do bloco Nordeste, que tem previsão de término em fevereiro deste ano.

Além do terminal de Campina Grande, a empresa espanhola Aena arrematou, em março do ano passado, com o ágio de 1.010% em relação ao lance mínimo inicial de R$ 171 milhões, os aeroportos de Recife/PE, Maceió/AL, Aracaju/SE e João Pessoa/PB. A previsão é que os terminais do Bloco Nordeste de Concessões de Aeroportos, recebam, ao longo dos próximos 30 anos, investimento de R$ 2,153 bilhões, sendo que um terço, ou R$ 788 milhões, deverão ser aplicados nos próximos cinco anos.

Assessoria de Imprensa – Infraero 

Notícias Relacionadas


Fim do conteúdo da página