Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
CORONAVÍRUS

Financiamentos do FMM celebrados pelo BNDES terão cobranças suspensas

:: :
  • Publicado: Segunda, 30 de Março de 2020, 13h30
  • Última atualização em Quarta, 08 de Abril de 2020, 08h34

Há R$ 23,5 bilhões em contratos com armadores e estaleiros que poderão se beneficiar da medida


Como ação para enfrentamento dos efeitos do novo Coronavírus, o Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) aprovou medida emergencial para a suspensão de cobrança dos empréstimos por até 6 meses. Essa suspensão poderá ser estendida aos financiamentos celebrados pelo BNDES com recursos do Fundo da Marinha Mercante (FMM), sujeita aos prazos máximos de carência estabelecidos na legislação e observadas as políticas e normas de crédito do BNDES.

Os financiamentos com recursos do FMM possuem prazo de até 4 anos de carência e até 20 anos de amortização, de acordo com a regulamentação do Conselho Monetário Nacional (CMN). Os financiamentos do FMM são realizados por meio dos bancos oficiais federais, e o BNDES é o principal agente financiador do FMM, com saldo emprestado de R$ 23,5 bilhões.

Como o FMM acumulou excedentes de arrecadação nos últimos anos, a suspensão temporária não prejudicará a execução do orçamento de 2020 para novas contratações.

SOBRE O FUNDO – O FMM é administrado pelo Ministério da Infraestrutura, por intermédio do Conselho Diretor do FMM, sendo a principal fonte de financiamento de longo prazo do setor naval. O Fundo disponibiliza recursos para a instalação e modernização de estaleiros e para que as empresas brasileiras possam estabelecer-se, renovar ou ampliar sua frota de embarcações.

Para mais informações sobre apresentação dos pedidos de suspensão de cobrança e indicação dos contratos a serem beneficiados, acesse: https://www.bndes.gov.br.

 

Assessoria Especial de Comunicação
Ministério da Infraestrutura

registrado em:
Assunto(s): FMM , EMPRÉSTIMOS , BNDES

Notícias Relacionadas


Fim do conteúdo da página