Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
COPA AMÉRICA

Governo Federal instala Sala Master para monitorar operação da aviação civil durante a Copa América 2019

  • Publicado: Segunda, 10 de Junho de 2019, 10h05
  • Última atualização em Quinta, 27 de Junho de 2019, 19h33

Anúncio do plano da aviação civil e visita técnica aconteceram nesta segunda-feira (10), no Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA), no Rio de Janeiro

O Governo Federal inaugurou, nesta segunda-feira (10), a Sala Master que fará a integração e o monitoramento das operações nos sete aeroportos que atenderão as cidades-sede da Copa América 2019. Representantes dos ministérios que compõem a Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias (Conaero), coordenada pelo Ministério da Infraestrutura, apresentaram as principais diretrizes do Manual de planejamento da Copa América 2019 para o setor da aviação civil, no Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA) - Rio de Janeiro.

De acordo com o secretário Nacional de Aviação Civil, Ronei Glanzmann, a Sala Master tem o papel de garantir a segurança na operação durante a Copa América. “Então esse é o papel do Ministério da Infraestrutura, garantir todo o conforto e segurança na operação da aviação civil. Nós queremos que a Seleção Brasileira, como se preparou, e as seleções também que estão participando deste evento, de forma treinada e colaborativa, saibam que nós temos também a nossa equipe aqui fora dos campos garantindo uma operação segura para a nossa sociedade”, destacou.

Cercada por videowalls, a Sala Master permitirá a visualização da situação das aeronaves evoluindo nos aeroportos (sistema de pistas e pátio), bem como no espaço aéreo, com o posicionamento dos aviões e as respectivas informações de voo. A atuação integrada e coordenada permitirá o compartilhamento de informações em tempo real entre os aeroportos das cinco cidades-sede (Belo Horizonte, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo). A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) também fará operação presencial nesses aeroportos de 12/06 a 08/07.

Para o secretário Executivo do Ministério da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, reinaugurar a Sala Master é garantir conforto e segurança durante todo este período da Copa. “Sem dúvida essas salas proporcionam melhor qualidade no serviço aeroportuário. Quanto mais treinamento, melhor a qualidade. Temos um time de vários órgãos públicos entrosados, tanto com o setor privado quanto com o setor público, de forma a garantir a pontualidade das operações dos nossos aeroportos”, pontuou.

Um contingente de mais de 4,2 mil pessoas – incluindo fiscais da Receita Federal, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro) – integra a operação nos aeroportos de Confins, Salgado Filho, Galeão, Santos Dumont, Congonhas, Guarulhos e Luís Eduardo Magalhães. O efetivo da Polícia Federal não será divulgado por questões de segurança. Também o Comitê Organizador Local da CONMEBOL vai atuar de forma coordenada com os órgãos do Governo Federal durante a competição de futebol.

copa america1   

 

copa america2

Assessoria Especial de Comunicação
Ministério da Infraestrutura

Fim do conteúdo da página