Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
AVISO DE PAUTA

MInfra apresenta no Canadá oportunidades de negócio no mercado brasileiro de aviação civil

  • Publicado: Sexta, 20 de Setembro de 2019, 17h36
  • Última atualização em Quarta, 25 de Setembro de 2019, 13h41

Secretários Marcelo Sampaio e Ronei Glanzmann participam de reuniões com autoridades internacionais, companhias aéreas e operadores aeroportuários

 

Montreal (Canadá) - O Ministério da Infraestrutura discute em Montreal (Canadá), na próxima semana, oportunidades de negócio no mercado brasileiro de aviação civil. O secretário Executivo do MInfra, Marcelo Sampaio, e o secretário Nacional de Aviação Civil, Ronei Glanzmann, cumprem uma série de agendas com representantes de operadores aeroportuários, companhias aéreas e autoridades internacionais do setor para apresentar o país como importante mercado em ascensão. O programa de concessões de aeroportos do governo federal – que prevê a realização de seis leilões até 2022 – e os avanços promovidos recentemente nos marcos regulatórios do setor estarão na pauta.

Os compromissos, entre domingo (22) e quarta-feira (25), incluem participação na 40ª Assembleia da OACI (Organização da Aviação Civil Internacional) – ICAO, na sigla em inglês –, que é a agência das Nações Unidas responsável pelos tratados e normas aéreas internacionais. A assembleia, na terça-feira (24), será precedida pelo Fórum Mundial da Aviação da OACI (ICAO World Aviation Forum), que começa no domingo (22), reunindo as principais autoridades, especialistas e empresas globais do setor.

O programa de concessões de aeroportos, que prevê leilões em blocos da 6ª e 7ª rodadas, será apresentado na sede da ACI (Airports Council International), a principal entidade mundial que representa o setor. Já o compromisso na sede da IATA (International Air Transport Association), instituição que representa as empresas, terá como foco apresentar as mudanças na legislação brasileira, que incluem a abertura à participação de 100% de capital estrangeiro em companhias aéreas e o fim da franquia obrigatória de bagagem.

Estão previstas ainda reuniões bilaterais com Estados Unidos, China, Catar, Austrália, Índia e Malta. O principal objetivo da missão do MInfra no Canadá é atrair investidores, grandes operadores aeroportuários e empresas low cost para se instalar no Brasil. O país tem a meta de transportar 200 milhões de passageiros ao ano e chegar a 200 cidades com voos regulares até 2025.

 

Assessoria Especial de Comunicação

Ministério da Infraestrutura

Notícias Relacionadas


Fim do conteúdo da página